CHEGUE NA PAZ

7 de jun de 2017


O que importa mesmo é que com o tempo
a gente aprende, que mesmo com uma asa 
ferida, se acreditar, será possível alçar um voo.


Inês Seibert

Nenhum comentário:

Postar um comentário