CHEGUE NA PAZ

30 de jul de 2013

O Pastor Jeremiah Steepek (foto) se fantasiou de morador de rua e foi para a igreja de 10.000 membros onde ele estava para ser apresentado como pastor naquela manhã. Ele caminhou ao redor da sua futura congregação por 30 minutos enquanto as pessoas chegavam para o culto. Apenas 3 pessoas entre as 10.000 disseram Olá para ele. Ele pediu aos fiéis uns trocados para comprar comida e ninguém na igreja lhe deu nada. Ele entrou no santuário para se sentar na frente da igreja, mas os obreiros pediram que sentasse nos fundos. Ele cumprimentou as pessoas, que retrucaram com olhares e reprovação e desprezo.

Quando o culto terminou, os mais velhos subiram ao púlpito animados para apresentar o novo pastor da igreja para sua congregação. "Nós gostaríamos de apresentar-lhes o Pastor Jeremiah Steepek". A congregação olhou em volta aplaudindo com alegria e expectativa. O mendigo sentado nos fundos levantou-se e começou a andar pelo corredor. As palmas cessaram e todos os olhares pairaram sobre ele. Ele caminhou até o altar e pegou o microfone dos anciãos (que já sabiam de tudo), parou por um momento e recitou,

'Então o Rei dirá aos que estiverem à sua direita: "Vinde vós, os abençoados por meu Pai. Recebei como herança o Reino que meu Pai vos preparou desde a criação do mundo. Pois estava com fome, e destes-Me de comer; estava com sede, e destes-Me de beber; era estrangeiro, e recebestes-Me na vossa casa; estava sem roupa, e vestistes-Me; estava doente, e cuidastes de Mim; estava na prisão, e fostes visitar-Me". Então os justos perguntar-Lhe-ão: "Senhor, quando foi que te vimos com fome e te demos de comer, com sede e te demos de beber? Quando foi que te vimos como estrangeiro e te recebemos em casa, e sem roupa e te vestimos? Quando foi que te vimos doente ou preso e te fomos visitar?"'

'Então o Rei responder-lhes-á: "Eu vos garanto: todas as vezes que fizestes isto a um dos menores dos meus irmãos, foi a Mim que o fizestes.'

Depois que ele recitou isso, olhou para a congregação e disse-lhes o que havia passado naquela manhã. Muitos começaram a chorar e muitos se curvaram de vergonha. Ele, então, disse: "Hoje eu vejo um grupo de pessoas, e não a igreja de Jesus Cristo. O mundo tem muita gente, mas tem poucos discípulos. Quando VOCÊ vai se tornar um discípulo?"

E assim ele dispensou a congregação até a próxima semana.

Ser cristão não é uma coisa que você diz que é.
Você precisa viver e compartilhar com o próximo.
Você deseja ser sábio?
-Jogue fora toda a sabedoria.
Você quer conhecer o amor?
-Preencha seu coração com o amor dele.
Até a água da vida sente ciúmes 
das 
lágrimas que correm dos olhos do Amado.
Oh Amor, 
Quando procuro por você 
Eu o encontro procurando por mim.

- Rumi
“A lei da mente é implacável.
 O que você pensa, você cria; 
O que você sente, você atrai; 
O que você acredita, torna-se realidade.”


MEU QUINTAL


Faça um buraco para outros caírem,
E cairás nele.
Construa uma barreira de pedra no caminho,
E ficarás impedido de passar.
Dê veneno a uma pessoa,
E o envenenado serás tu.
Bote fogo em outro, e te queimarás.
Coloque uma pedra no caminho,
E tropeçarás nela.
Fira outrem, e serás ferido.
Viva com ódio, e te odiarão.
Mergulhe na cobiça,
E tudo começará a te faltar.
Tome a iniciativa de ajudar,
E serás ajudado.
Peça algo para outrem,
E tu o receberás.
Prenda, e serás preso.
Solte, e te soltarás.
Quanto mais espalhas o amor,
Mais amor retorna a ti.
Pense no mal, e te sentirás mal.
Pense no bem, e te sentirás bem.
Do que plantares em teu quintal,
A colheita será abundante.

Autor: Hugo Lapa

Anjo da Misericórdia 

"Amados, que a Luz que habita em vossos corações possa expandir-se infinitamente, tocando todos os seres que partilham de vosso caminho e aprendizado, abençoando e transmutando todas as energias do ontem, do hoje e do amanhã. Que possais adentrar nos campos sutis dos jardins celestiais com os corações leves.

É importante que vocês aprendam a serem misericordiosos. A chama violeta que transmuta e purifica toda energia mal qualificada por vocês, quando invocada e ancorada devidamente irá atuar não só transmutando as energias que atrapalham o seu progresso como filhos e filhas de Deus, mas ela irá também, transformar essa energia em Luz. Ao invocar a chama violeta para si mesmo, faça-o também para todas as suas contrapartes multidimensionais, atuando em seu passado, presente e futuro. Assim irá dissipar e compartilhar Luz em diferentes dimensões da existência, acelerando o seu processo de ascensão crística e liberdade. A misericórdia é uma das características da chama violeta. A compaixão e a misericórdia, permitem que o Ser se torne mais próximo de seu irmão. Permite que você sinta e compreenda o que o seu companheiro sente. 

Aproximando-se da realidade da outra pessoa, você mesmo vivencia um pouco da experiência do outro, você aproxima os seus sentimentos dos sentimentos do outro e coloca em prática, aquele que foi um dos maiores ensinamentos que o Mestre Jesus deixou a humanidade. Você aprende a ser solidário, a doar-se, a amar o outro, como a ti mesmo. Você fica mais próximo de sua Divindade e tal qual imagem e semelhança, deixa fluir a Misericórdia Divina através de vossos próprios corações, servindo de canal, abençoando o seu igual.

Queridos filhos da luz, ao invocarem a chama violeta diariamente, estarão se livrando dos grilhões do passado e preenchendo com luz todos os espaços em suas vidas. Permitam que a misericórdia lhe escape no olhar, criando uma ponte entre o seu coração e todos os seres a sua volta.

Que a Luz eterna irradie infinitamente sobre todos vós, envolvendo-os completamente no Amor Divino.

Eu sou, um anjo da misericórdia.
by Anderson Stoffelshaus

SEMENTE DO BEM!...

Pensar bem é uma riqueza tão grande! Bastaria que todas as pessoas assim procedessem, para que a Terra fosse um jardim de flores eternas. Pensar bem do outro, mesmo que ele não tenha dado motivo para isto, é uma das mais belas virtudes que o ser humano pode praticar.

Pensar bem de si mesmo, pensar bem de tudo que está acontecendo, pensar bem do futuro e pensar bem até do passado, porque só coisas boas devem ser lembradas. Cultiva, alma querida, o bem e somente o bem em teu jardim interno e, com a força do pensamento, cultiva também o jardim do teu próximo.

Sê o anjo bom que passa pela vida para distribuir largamente a semente do bem. E depois quando passares para o outro plano, contemplarás feliz as flores belíssimas do bem que derramaste.

Projetar o Novo Mundo em 
Nossa Consciência


"Este lindo e grandioso evento 
está se 
aproximando agora".

Por 
Ute Possegga-Rudel 

Minha querida família de Luz! Minha caminhada pela natureza hoje foi pura benção, envolvida em profunda tranquilidade. Na verdade experienciei tudo como Natureza, mesmo as coisas feitas pelo homem.

Tudo emanava uma beleza e brilho radiante incomum. E assim, começaram a falar, dizendo-se nossos amigos. E ao começarem a falar, o sol da tarde, já no horizonte, começou a mostrar sua esplendida e brilhante luz pela primeira vez, neste dia quase frio e cinzento, antes de por-se para dar lugar ao crepúsculo.


Quando voltei para casa, comecei a escrever o que haviam me dito e eles continuaram a falar:

Vocês são amados e nós somos seus amigos! É hora de prepararem-se para mudanças futuras! Até agora estiveram nadando em águas mais que esgotadas da vida que é conhecida da humanidade há milênios.

Para muitos de vocês, no entanto, que estão apenas de visita, tudo é novo. Mas usado para mudanças frequentes, vocês estão acostumados com mudanças de meio ambiente, constante em outros planetas e até mesmo outras galáxias. É necessário agora discriminar entre vibração de sua alma e vibração do meio ambiente que adaptaram-se nesta vida.

Para vocês, que estão visitando, não é sobre envolvimento com o meio, na verdade, mas sobre relembrar! Relembrem quem são!

Está relacionado a muitos que estão aqui neste planeta, neste tempo, especialmente para dar assistência no processo de libertação da Terra em sua humanidade. Agora, que o velho véu está dissolvendo-se - e o novo e glorioso mundo já nasceu - é por conta de vocês retomar sua identidade esquecida quando apareceram neste denso e por tanto tempo reino-sem-deus.

Agora chegou o seu momento da verdade, para fazerem o trabalho a que vieram. Todo o resto foi mera preparação. É sua tarefa projetar o novo mundo na consciência e despertar a Humanidade.

Foi feito primeiramente para o seu próprio conhecimento da já presente Nova Terra e identificarem-se com ela, fazendo-a suaprópria realidade e, em segundo lugar, para não apoiar velhas energias e paradigmas apenas por costume.

O que isto significa e como o vivem? É obviamente uma questão de consciência reconhecer este novo mundo momento a momento. Mas como a maioria ainda vê o velho mundo, por estar acostumada, vocês precisam de vontade, dedicação e amor para não se deixarem cair na velha ilusão, porque todo o resto está vivendo isto, com algumas exceções.

Não é necessário haver uma ruptura, um rompimento entre o velho e o novo neste processo de transição. Vocês podem dar seu apoio e isto não ocorrer. É a sua específica frequência de amor, a suave vibração infinita que vocês podem usar em suas intenções criativas para permitir que a mudança do velho ocorra com suavidade.

Como o despertar do sol matinal que brilha lentamente com crescente radiância no céu e na terra, assim vocês estão com este amor para antever e sentir a realização da chegada do novo mundo em sua glória para todos. É o que podem fazer a serviço da humanidade para que o despertar de todos que ainda dormem seja experimentado com menos choque. Obviamente cada um é responsável por sua própria percepção desta enorme e magnífica mudança. Quanto mais apegado ao velho se está, mais dolorosa pode ser a transição. Mas não precisa haver reviravoltas.

Elas não podem acontecer no sentimento-consciência de paz primordial e tranquilidade que é a substância da qual o mundo novo está vindo.

Mesmo que o mundo se dividisse - o que não acontecerá - a sedosa espessura desta substância trabalharia como para-choque para protegê-los do dano. Enquanto estiverem emanando Amor, estarão suavizando a transição para todos. Mas a mais importante mensagem com que abençoamos vocês é - e isto é novo!

Então prestem atenção carinhosamente - seus cérebros estão no processo de ser ligado de maneira diferente. Velhas conexões neurais serão removidas e novas serão implantadas. Em parte por causa de novas frequências que carregam novas informações, mas também por causa do Amor Criação do Elohim, a Força da Criação Divina que alegremente dá iniciação a nova humanidade em seu devido lugar no céu.

Este novo modo de conexão neural no cérebro traz novos padrões de pensamento que capacitam o homem a entender e viver a Beleza e o Amor original de um Mundo Divino Verdadeiro e Criativo e o final das ilusões de insanidade, corrupção da existência cheia de medos e de ódio. Dará apoio a cada um para retornar à linguagem do coração que é Amor, compaixão, alegria e abundância.

Padrões de pensamento Divino são a base onde a verdade e interações amorosas podem realmente prosperar. É a dádiva divina à humanidade, apagar a memória de sofrimento, escuridão, enganos e erros.

Este lindo e grandioso evento está se aproximando agora. Suponham que já está manifestado e antecipem sua presença agora em seu Mundo. Assim apoiarão e tornarão mais fácil a transição.

Todos vocês tem todas as razões para serem felizes e estarem certos da Grande Vitória da Luz.

Já acorreu na Mente de Tudo Que É. A voz deles lentamente some na incessante tranquilidade e é a Presença e a experiência da nova consciência que está agora emergindo no mundo. Quando a ouvimos, torna-se óbvio que se olharmos com novos olhos, poderemos ver é Onipresente.

Quando permitimos, está aqui para Ser e Existir como componente de sua Nova Terra.

Ute Posegga-Rudel, 2012.
http://radiantlyhappy.blogspot.com


Eu aprendi...
 que ignorar os fatos não os altera; 

Eu aprendi ...
que quando você planeja se nivelar com alguém, 
apenas esta permitindo que essa pessoa continue a magoar você; 
Eu aprendi...
 que o AMOR, e não o TEMPO, é que cura todas as feridas; 
Eu aprendi...
 que ninguém é perfeito até que você se apaixone por essa pessoa;
Eu aprendi...
 que a vida é dura, mas eu sou mais ainda; 
Eu aprendi ...
que as oportunidades nunca são perdidas; 
alguém vai aproveitar as que você perdeu. 
Eu aprendi...
 que quando o ancoradouro se torna amargo
 a felicidade vai aportar em outro lugar; 
Eu aprendi...
 que não posso escolher como me sinto, 
mas posso escolher o que fazer a respeito; 
Eu aprendi...
 que todos querem viver no topo da montanha, mas toda
felicidade e crescimento ocorre quando você esta escalando-a; 
Eu aprendi...
 que quanto menos tempo tenho, mais coisas consigo fazer.


(William Shakespeare)

28 de jul de 2013


"É indispensável desconfiar de todas as promessas de facilidades sobre o mundo. Em toda parte, existem discípulos descuidados que aceitam o logro de aventureiros inconscientes. É que ainda não aprenderam a lição viva do trabalho próprio a que foram chamados para desenvolver atividade particular. Os fazedores de revoluções e os donos de projetos absurdos prometem maravilhas. Mas, se são vítimas da ambição, servos de propósitos inferiores, escravos de terríveis enganos, como poderão realizar para os outros a liberdade ou a elevação de que se conservam distantes? Não creias em salvadores que não demonstrem ações que confirmem a salvação de si mesmos.


Deves saber que foste criado para gloriosa ascensão, mas que só é fácil descer. Subir exige trabalho, paciência, perseverança, condições essenciais para o encontro do amor e da sabedoria. Se alguém te fala em valor das facilidades, não acredites; é possível que o aventureiro esteja descendo. Mas quando te façam ver perspectivas consoladoras, através do suor e do esforço pessoal, aceita os alvitres com alegria. Aquele que compreende o tesouro oculto nos obstáculos, e dele se vale para enriquecer a vida, está subindo e é digno de ser seguido." 

livro: Caminho Verdade e Vida, Emmanuel, FCXavier
O Homem sempre quis dominar as forças espirituais. Dominar e compreendê-las. Vejam o Tempo. O Tempo não existe, ele é uma profunda manifestação Divina. E quando o Homem criou o relógio e começou a estudar a passagem do Tempo, de uma forma detalhada, ele tentou segurar o Tempo, compreender a ação do Tempo.

Mas, se um dia no mundo não existisse mais o relógio... E existissem apenas os dias que se tornam claros pela manhã e escuros com a noite... Sem uma medida, sem as regras, sem os ponteiros... Ainda assim, tudo continuaria acontecendo: as horas continuariam passando; os dias se seguindo em outros dias; as pessoas crescendo, envelhecendo, morrendo e outras nascendo.

A tentativa Humana de compreender os Ciclos Divinos e Espirituais, de acompanhar com a Ciência e escutar a voz de Deus, é a prova da evolução deste Planeta. Porque, tudo aquilo que um dia foi um mistério, hoje é uma realidade científica.

Ainda assim, o Homem pode compreender as beiradas deste conhecimento profundo. Mas ele não domina Deus, ele não domina o Princípio Divino, ele não domina a ação do Tempo, ele não domina a ação da eletricidade, do calor ou do frio.

O Homem pode, quando muito compreender a reverberação desse Princípio Divino. Mas a profundidade da sua conexão com Deus é espiritual. É e deve ser espiritual. Então, mais do que compreender , vocês devem buscar sentir Deus. Observar o Princípio Divino, dentro de vocês. Observar a Centelha Divina, dentro de vocês.  

Porque é através deste poder que vocês estão encarnados. E é para se comunicar com este poder que vocês estão encarnados. E a comunicação, o elo seu com este poder é o elo do amor, da paz, quando você entra profundamente dentro de você.

Quando um dia, você deixar esse corpo, você assumirá uma forma espiritual. Assumirá uma conexão com Deus, com o profundo. Mas, ainda assim, esta será uma forma que permitirá você conviver nos Universos do Espírito, mas não é o âmago do seu Ser.

O âmago do seu Ser está por trás de todas as formas. É o princípio do Princípio. É aquela sua conexão com o mais profundo de Deus. É você ser Deus, junto com Deus.

E nos momentos de oração: quando você deixa de pedir; quando você deixa de desejar; e você começa a mergulhar profundo em Deus, você está ativando esse poder em você mesmo. E é aí que acontecem os milagres: as curas, as transformações, as libertações, de karmas, de dores e de doenças e de todo e qualquer engano.

Quando você consegue um pequeno contato com essa espiritualidade muito profunda, que está em você, que é você... Naturalmente você desfaz: inúmeras formas-pensamento; inúmeros medos; inúmeras prisões que vocês criaram nesta e em outras vidas. 
Abra a mente. Abra o seu coração na oração e permita que ela opere milagres em você. É preciso que você permita. Porque nesta cadeia em que você se encontra, você, só você tem a chave. Porque você é Deus. Você é parte de Deus. E algumas portas da sua consciência espiritual se abrem por dentro, se abrem no âmago do seu Ser.

Então, quando vocês se entregam profundamente à oração e sentem aquele estado de amor, aquele estado de graça dentro de vocês, tudo se torna perfeito. As lições, amargas lições do mundo material, deixam de ser tão amargas. Os problemas que você têm com sua família, com seus amigos, com seus irmãos, com seus negócios... Deixam de ser tão importantes.

E com essa consciência de não ser tão importante... Com essa força, um grande poder desperta dentro de você e manifesta no mundo objetivo essa não importância. E aí, como milagres, coisas muito boas, coisas muito positivas começam a acontecer em sua vida.

Pensem em vocês mesmos, como carcereiros. Como donos das suas chaves. Pode ser que alguns de vocês, ainda não tenham pego a chave certa. Ou não tenham colocado a chave certa, na fechadura certa. Mas, tanto a chave e a fechadura estão em você.  E não desista. Talvez você tenha que fazer um exercício a mais, de determinação e de paciência. Não desista de você mesmo. Porque você é o seu caminho. Você é a sua luz. E você é o seu Deus.

Você é a Chave do Tempo. E foi por sua causa, para sua evolução, que você encarnou. E foi por uma necessidade profunda, de viver as experiências do seu caminho, que você encarnou.

Essas experiências de vida que você têm tido, elas estão vindo como manifestações da sua mente, das suas idéias, como programações em várias vidas. Este movimento não é de hoje. Vocês criaram o que são hoje e criam o que serão amanhã.

Nunca esqueçam de que vocês são a Chave e vocês são a Fechadura. E conectados, vocês são o poder, de se abrir.

Recebam as nossas Bênçãos, o nosso Amor e a nossa Luz.

Eu Sou Saint Germain. E abençôo vocês.

Tenham Luz e tenham Paz.

“ ESTES SÃO DIAS FELIZES

PORQUE O QUE ESTAVA ENCOBERTO

ESTÁ SENDO DESCOBERTO PELA LUZ DA VERDADE

RACIOCINADA E REFLETIDA.

QUANTO MAIS OS APRENDIZES SINCEROS DO MESTRE

COLOCARMOS EM PRÁTICA NA PRÓPRIA

CONDUTA SEUS ENSINOS IMORTAIS,

MAIS PRÓXIMOS DA VENTURA IMPERECÍVEL

DA CONSCIÊNCIA TRANQUILA ESTAREMOS.”


(HONÓRIO)

Os nossos maiores medos: - Medo da mudança; - Medo de perderes o controle; - Medo de arriscar; - Medo da Insegurança; - Medo da Incerteza; - Medo da provação material;- Medo de avançar e encarar o futuro.

O nosso perfeccionismo, o excesso de controle e de auto-controle, e o medo de errar criam em nós uma necessidade de sermos mais flexíveis, tolerantes e menos rígidos conosco.

Devemos procurar perdoar-nos e libertarmo-nos desse peso que carregamos, muitas vezes, sobre acontecimentos sobre os quais não tivemos a mínima responsabilidade, ou sobre os quais agimos de acordo com a nossa consciência da altura. Neste momento é muito importante que afirmemos a nossa Verdade, que sigamos a Vontade da nossa Essência, que acreditemos em nós e em todo o nosso potencial, que não nos auto-limitemos, que não resistamos mais, que respeitemos aquilo que sentimos, procurando ser mais assertivos e procurando expressar mais livremente as nossas emoções e opiniões.

Todos nós estamos "condenados" a evoluir, pela dor ou pela consciência (percebendo os sinais da vida, percebendo o que a vida nos pede e fluindo com ela - ao sentirmos os ventos da mudança, não devemos esperar a tempestade...). Mas na verdade, acabamos sempre por evoluir, com mais ou menos perda, com mais ou menos sofrimento...

Outra coisa que é necessário termos consciência, é que nesta experiência da matéria, na experiência da dualidade, o coração vai doer-nos muitas vezes, vamos magoar-nos e tudo isso é positivo. Isto é a dor / a tristeza é alquímica. Significa que estamos em contato com as nossas emoções, só precisamos de deixar de fugir delas (tal como não fugimos da alegria), percebermos qual a sua origem e chorá-la...

Ao nos conectarmos profundamente com as nossas emoções (boas e menos agradáveis), vamos tornando-nos seres mais emotivos e passamos a vibrar em consonância com a nossa Essência e com a nossa Alma.

Quanto menos resistirmos a sentir, mais as emoções "densas" deixam de ter controlo sobre nós e sobre as nossas decisões. O segredo está em deixarmos de criar expectativas em relação aos outros. Isto é: há pessoas que nos são chegadas, de quem gostamos ou que sentimos determinada afinidade. Mas pensemos assim: tal como nenhum de nós é perfeito, conhecemos as nossas limitações e sabemos que podemos errar a qualquer momento, os outros também, por mais que gostemos deles.

Devemos perguntar-nos o que nos levou muitas vezes a "servir" e "dar algo" aos outros. Isto é: claro que foi com boa intenção e porque gostamos deles. Mas devemos ir mais longe: Muitas vezes nas nossas vidas fomos prestáveis e solícitos, querendo agradar os outros, porque transportamos uma grande ferida de rejeição (que esconde uma grande culpa).

A culpa (muitas vezes inconsciente e kármica) faz com que tenhamos dificuldade em gostar de nós porque não nos perdoamos, então precisamos que os outros nos aceitem, na ilusão de que se assim for, iremos finalmente gostar de nós...

Quando somos muito solícitos, agradáveis e prestáveis, muitas vezes estamos inconscientemente a pedir aquelas pessoas que nos perdoem (muitas vezes de atos kármicos de vidas anteriores, dos quais não temos consciência), e pensamos que se assim agirmos, nunca iremos ser rejeitados por aquela(s) pessoa(s).

O problema está quando o fazemos e depositamos expectativas no retorno por parte dessas mesmas pessoas... acabamos por nos desiludir com essas pessoas, porque geralmente a pessoa não corresponde tal como esperávamos, e muitas vezes, mais cedo ou mais tarde acaba por nos rejeitar, e se focarmos focados no exterior, vamos ficar a achar que essa pessoa foi uma ingrata. A resposta está no móbil da ação: isto é: perguntemos a nós próprios o que nos levou a "servir" essas pessoas. Fizemos só porque sim, porque sentimos vontade, independentemente do retorno, ou muitas vezes, mesmo sem vontade, "servimos", só pelo medo do que pudesse acontecer se não o fizéssemos (por ex: sermos rejeitados por essas pessoas).

Todos nós aprendemos estas lição e a resposta é: façam apenas aquilo que sintam vontade e que considerem justo, e que é da vossa responsabilidade. Se não têm vontade, nem é da vossa responsabilidade, ousem ser quem são, e dizer não, insistam, e vão ver como é libertador. No fundo essas pessoas estão (mesmo que inconscientemente) a servir de espelhos para nós, para que ganhemos consciência da nossa ferida de rejeição, para que a possamos ir trabalhando.

Tudo aquilo que atraímos do exterior e que nos magoa, corresponde à crença que temos sobre nós próprios. Somos nós que não nos perdoamos, somos nós que nos rejeitamos, somos nós que não nos achamos merecedores.

Quando começarmos a empenhar-nos verdadeiramente no nosso processo e tomarmos consciência dos seres absolutamente luminosos que somos, começaremos a gostar mais de nós próprios, a nos valorizar, a não tolerar mais certas frases, nem comportamentos dos outros para connosco, essa luz vai começar a emanar para o exterior, os outros vão começar a respeitar-nos mais e vamos também atraindo cada vez uma maior número de pessoas que nos respeitam e nos compreendem!

25 de jul de 2013

"Não deixe sua vida ficar muito séria, saboreie tudo o que conseguir: 
as derrotas e as vitórias, a força do amanhecer e a poesia do anoitecer.
Com o tempo, você vai percebendo que para ser feliz você precisa
aprender a gostar de si, a cuidar de si e, principalmente, 
a gostar de quem também gosta de você.
O segredo é não correr atrás das borboletas... 
é cuidar do Jardim para que elas venham até você."

 - Mário Quintana -