CHEGUE NA PAZ

29 de ago de 2010

Sob o Infinito...(Poesia)

Agora, lanço-me frente ao Vale da Esperança
Lá te encontro à minha espera
Pego tuas mãos e ao beijá-las, sinto o aroma de tua alma
Juntos, passamos a percorrer os caminhos floridos;
Entre espaços que o destino, agora, proporciona,
Nos escondemos...
Em segredo, fazemos este ninho de amor,
que volta a sentir o aroma dos jasmins mais puros.
Meio aos girassóis encantados, misturamos nossa sede de amar;
Fazemos da terra confidente,
Da lua nossa gêmea, do sol nosso parceiro,
Das estrelas nossa marca
Nada mais importa...
Agora, em teu corpo, entrego-me e coloco-me a teus pés,
para fazer-te minha deusa e única senhora
Vem, vamos enfim viver, sorrir e amar!
Livre como o pássaro dos amantes, escrever nossa História!
Usando de nossa força sem igual, que a nada teme
Avante, meu amor!
Vem comigo fazer nossa história ser projetada além dos jardins de Eros
e poder ser exemplo de doçura, magia e êxtase!...
Agora que tenho você sinto-me enfim dono do universo,
afinal agora tu és meu mundo, minha fonte de amor,
porto seguro de meu coração,
ancoradouro de minha alma,
guardiã de meus segredos,
enfim, agora tu és minha vida!

autor: Paulo Nunes Junior

Nenhum comentário:

Postar um comentário