CHEGUE NA PAZ

29 de ago de 2010

Quantas vezes?

Quantas vezes na forma de falarmos emitimos
um tom de voz agressivo a quem nos ouve;
quantos corações magoamos,
quando não temos por hábito
frear nossos ímpetos, durante uma conversação,
que poderia ser muito melhor dirigida,
se fosse feita em tons satisfatórios.
Quantos desastres emocionais evitaríamos...
Se pararmos para observar nosso íntimo,
encontraremos diversas marcas deixadas
pela agressividade das palavras dos outros,
que tange como ferro em brasa...
Todos devemos trabalhar a sensibilidade
quando ouvirmos alguém, pois as palavras
são absorvidas através dos ouvidos,
passando pelo cérebro
e indo de encontro ao coração.
Tomemos mais cuidado na nossa linha de expressão;
tomemos cuidado com o coração daqueles que amamos,
para que não criemos cicatrizes irremovíveis que podem
desenfrear atitudes e reações irreversíveis.
Lembremos sempre que depois de ferirmos
os corações alheios, nem sempre temos os curativos
para recuperá-los ao nosso favor;
então tomemos cuidado antes de lançarmos palavras
que possam ocasionar a dor...

Nenhum comentário:

Postar um comentário