CHEGUE NA PAZ

27 de ago de 2010

Mulheres pela ótica de Arnaldo Jabor

1 - O cheirinho delas é sempre gostoso, mesmo que seja só xampu.

2 - O jeitinho que elas têm de sempre encontrar o lugarzinho certo em nosso ombro.

3 - A facilidade com a qual cabem em nossos braços.

4 - O jeito que têm de nos beijar e, de repente, fazer o mundo ficar perfeito.

5 - Como são encantadoras quando comem.

6 - Elas levam horas para se vestir, mas no final vale a pena.

7 - Porque estão sempre quentinhas, mesmo que esteja fazendo trinta graus abaixo de zero lá fora.

8 - Como sempre ficam bonitas, mesmo de jeans com camiseta e rabo-de-cavalo.

9 - Aquele jeitinho sutil de pedir um elogio.

10 - Como ficam lindas quando discutem.

11 - O modo que têm de sempre encontrar a nossa mão.

12 - O brilho nos olhos quando sorriem.

13 - Ouvir a mensagem delas na secretária eletrônica logo depois de uma briga horrível.

14 - O jeito que têm de dizer "Não vamos brigar mais, não.."

15 - A ternura com que nos beijam quando lhes fazemos uma delicadeza.

16 - O modo de nos beijarem quando dizemos "eu te amo".

17 - Pensando bem, só o modo de nos beijarem já basta.

18 - O modo que têm de se atirar em nossos braços quando choram.

19 - O jeito de pedir desculpas por terem chorado por alguma bobagem.

20 - O fato de nos darem um tapa achando que vai doer.

21 - O modo com que pedem perdão quando o tapa dói mesmo (embora jamais admitamos que doeu).

22 - O jeitinho de dizerem "estou com saudades".

23 - As saudades que sentimos delas.

24 - A maneira que suas lágrimas têm de nos fazer querer mudar o mundo para que mais nada lhes cause dor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário