CHEGUE NA PAZ

27 de ago de 2010

Encontro da fé

Busquei a Natureza procurando
Definições da Fé para que enfim pudesse
Reter comigo a força da esperança
E compreender de todo a mensagem da prece

Fiz a pergunta ao Mar e o Mar me disse:
- Em Deus deponho a minha própria fé
Mas devo criar vida e equilibrar o mundo
Desde a treva abissal à fúria da maré

A Árvore me explicou: - A Deus me entrego
O Grande Deus do Eterno e Sumo Bem
Muito embora no entanto apedrejada
Devo servir sem perguntar a quem...

A Fonte esclareceu: - Em Deus me guardo
Pai da Beneficência e do Progresso
Compete-me porém suportar pedra e lodo
Ao fecundar o campo que atravesso

A Roseira falou: - Pertenço a Deus
Que me criou na luz de dons renovadores
Mas mesmo ao corte que me desfigura
Não posso me queixar de quem me leva as flores

Então pensei: - A Fé persiste e vence
Do espírito mais nobre aos mais plebeus
No coração que serve, age e confia
Sempre a espalhar amor no amor de Deus.


Fonte: livro: "Coração e Vida"

Nenhum comentário:

Postar um comentário